Informática na Educação

O computador usado como ferramenta educacional constitui-se num excelente recurso de aprendizagem visto que os softwares podem ser usados para simulação e solução de problemas, permitindo ao aluno a construção do raciocício lógico ou mesmo através de programação, onde o aluno é estimulado a fazer, refazer, construir e criar.

Como ferramenta, o computador tem ainda a possibilidade de intercomunicar, quer seja interligando grupos de alunos em rede, ou conectando-os com a Internet, ampliando a gama de informações para alunos e professores. A informática, quando utilizada num enfoque psicopedagógico, é um instrumento importante para facilitar a construção das funções: percepção, cognição e emoção. Ela possibilita o desenvolvimento do aprendente unido corpo-mente-emoção; estimula a percepção, uma das funções neuropsicomotoras de base condicionadora da função simbólica que envolve diferentes aspectos: discriminação e memória auditiva e visual, memória sequancial, coordenação viso-motora, ativação dos dois hemisférios cerebrais (textos e imagens de forma combinada), orientação espaço-temporal e controle de movimentos.

A cognição é trabalhada através da capacidade de representação, passando do virtual para o real; simbolismo (através de ícones ou memes); resolução de problemas; criatividade e imaginação; leitura e escrita.

Na área da emoção, o uso de recursos da informática favorece a autonomia e independência, trabalha o erro de maneira construtiva, elevando a auto-estima e exige limites, levando ao controle da ansiedade. O trabalho é motivador, pois permite a consciência da própria cognição, atenção e memória. O uso do computador associado ao trabalho em equipe desenvolve as relações interpessiais, podendo prevenir problemas de aprendizagem ou evitar que estes se cristalizem.

A informática educativa é a grande aliada da alão pedagógica interdisciplinar, pois, usando os recursos de multimídia, os conhecimentos construídos podem ser organizados e sistematizados de forma atraente e lúdica. Basta um bom tema e uma boa mediação para que os projetos interdisciplinares ganhem espaço e vida na sala de aula.

Nossa proposta de trabalho tem sido, ao longo desses anos:

  • criar projetos que integrem conteúdos curriculares de forma prática, partindo da realidade do aluno com propostas abertas possibilitando a aprendizagem significativa e o desenvolvimento das múltiplas inteligências;
  • promover o trabalho em conjunto para que os alunos interajam no grupo, aprendendo, assim, a conviver com a diferença;
  • usar o computador como ferramenta de sistematização e comunicação dos conhecimentos construídos à comunidade escolar através do site www.carlrogers.com.br;
  • utilizar os recursos da informática como instrumento facilitador da construção do conhecimento do aprendente e do seu desenvolvimento como pessoa consciente de suas dificuldades e possibilidades de exercer o direito de aprender e ser feliz.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s